Páginas

terça-feira, 13 de julho de 2010

[...]

Ele: Então é isso?
Ela: Você espera mais alguma coisa?
Ele: Por quê?
Ela: Porque eu sou assim, ok? Porque eu não vou mudar nunca!
Ele: Eu pensei que você me amava.
Ela: É por isso que eu estou indo embora. Você espera coisas de mim.
Ele: Mas... É, é que o amor não é uma via de mão única.
Ela: Eu amei você, certo?
Ele: Eu te amo, acho que é para sempre.
Ela: Não faça as coisas ficarem mais difíceis, esqueça! Será que você não percebe que o seu sofrimento me despedaça por dentro? Eu não quero te machucar!
Ele: Então por que me machuca? Por que partir?
Ela: Olha, quando eu atravessar aquela porta será como se eu nunca tivesse existido, certo?
Ele: Mentira! Não será assim, mesmo que você morresse, eu não conseguiria te matar dentro de mim.
Ela: Ah... É... Pare de besteira!
Ele: Por quê?
Ela: Porque eu te amo, pronto! Você não entende, nunca entendeu, nunca entenderá! Adeus! – Ela pegou sua bolsa, atravessou a porta e foi embora.
            Aquele bolo gigante ficou preso em sua garganta, mas ela não derramaria uma única lágrima. Ela não chora. Sempre foi assim, ela não se envolvia, até ele aparecer. Ela o ama, por isso não pode ficar. Ele não entende. Se eles apenas se divertissem, se ele não esperasse nada dela, se ele aceitasse que cada momento que passasse com ela poderia ser o último, se ele não se envolvesse emocionalmente, se ela não tivesse começado a amá-lo... Ela teria ficado.
            Se... Ninguém entende, nunca entendeu, nunca entenderá.




“Agora eu vejo, aquele beijo era mesmo o fim. Era o começo e o meu desejo se perdeu de mim” ♫

8 comentários:

feliphe disse...

profundo...tocante.mas passa uma triteza mt grande.eh bonito,n eh perfeito mas o sentimento eh bonito.bom,acho q vou seguir carreira em poesia.acho q levo jeito.=)bom texto marina beijo.ate a proxima

Rosana :) disse...

Com certeza,tudo o que envolve SENTIMENTO na vida da gente se torna mais delicado e até temos medo de sofrer...

Belo texto,Marina! Mandando bem como sempre!Muuito lindoo!


www.paginasdeumvelhocaderno.blogspot.com

:D colokei outro video la,se der passa por lá e comenta!

Bjiinhoos ;)

Marina disse...

@feliphe: Ah, que pena. Eu não esperava que passasse tristeza, confusão talvez... ^^
Poeta? Não conhecia esse seu lado... hauahauhauahaua! Obrigada, Fê! =D

@Rosana: Obrigada, Ro .. ^^
pode ter certeza que irei comentar! =D
Beejo! =*

San disse...

Opa .. :}
kkkkkkkkkkkkkkk !! Quando falamos de sentimento, as coisas mudam de rumo e se focam apenas em palavras, sonhos, desejos, angústias, dor, alegrias !! Um mix de coisas fantásticas e ao mesmo tempo, doentias, né ? :D
Mas, como sempre .. você supera todas as expectativas, quando nos retratamos disso !! :]
O texto ficou muito legal e atraente pra quem lê, pois, vejamos os dois lados de um casal permanentemente desejados por esse sentimento que os cerca !! :)

Beijo linda .. =*

Marina disse...

Ai, ai, Hots .. amo os seus comentários! rsrs
Sempre me faz pensar bem no que responder! =D
Pois é, é exatamente um mix de coisas fantásticas, não gosto muito da palavra "doentia", mas ocorre também! Mas, para mim, a palavra chave é "confusão", e disso você sabe MUITO bem! rs ^^
Obrigada, Hots .. que bom que você gostou! =)
Beejo! =*
♥ [It's just FOREVER! *_*]

Anjo Rebelde disse...

Adorei seu texto. É lindo e bem escrito. Você visitou meu blog e comentou lá, então vai entender quando digo que me identifiquei em parte com ele. Meu ex seria ela e eu o ele. Um dia ele me disse que não suporta ver a escuridão que há em mim, pq ele se machuca de me ver machucado e sabe que eu espero que ele afaste a escuridão e ele sofre por não conseguir. Lindo mesmo, assim como seus poemas. Mas esse texto foi o que mais me tocou. Abração.

Anjo Rebelde disse...

Ah!
anjodeluzesombras.blogspot.com

Propaganda é a alma do negócio, né? hasuahsuahsa

Marina T. disse...

Ah, muito obrigada, Anjo Rebelde [qual será o seu nome? doce mistério .. ^^]! Eu entendo sim e de certa forma sei como é toda a situação em que vocês vivem, porque vivi algo parecido, nem de longe tão intenso quanto o que você vive, mas foi parecido! Também gostei do seu blog, seguindo! ;D

Postar um comentário