Páginas

quinta-feira, 24 de junho de 2010

"Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo"

Isto começou quando... Bem, deixa pra lá! Acho que estou meio cansada para preparar introduções hoje.
            Sabe, ouvimos tanto que devemos ser nós mesmos e tal, que chega a ser repetitivo (talvez até cansativo) falar sobre este assunto. Não é nada que você já não tenha escutado antes: “Seja você mesmo, faça o que quiser, não se preocupe com o que os outros dizem/pensam... E coisa e tal, e tal e coisa...”. São sempre as mesmas ideias, embora elas sejam verdadeiras e te incentivem a crescer, mesmo que as teorias sejam mais práticas do que a própria prática!
            Enfim, vou parar de rodopiar e chegar ao ponto! Você é o que você pensa, sente, gosta, desgosta... Você é feito de características particulares e pessoais, já que todos são diferentes, ou seja, há no mínimo uma coisa que só você tem (não, eu não estou falando de suas impressões digitais e nem do seu DNA, até porque, se você tem um gêmeo univitelino, aí é que seu DNA não é único mesmo, enfim...), uma peculiaridade. Saber quem você é e se gostar é extremamente importante, entretanto, devemos estar dispostos a aprender sempre.
            O tempo passa e passa e estamos sempre buscando os encaixes certos de nosso quebra-cabeças infindável (desculpem, estou colocando as confusões de minha mente aqui...). A cada 60 segundos, estamos 1 minuto mais velhos, estamos 1 minuto mais perto do nosso próximo aniversário, estamos... Estamos na mesma! O que quero dizer é que não devemos ficar parados olhando o tempo passar, temos que fazer de cada (tá bom, CADA também é exagero! =D) momento uma nova experiência de aprendizado.
            A nossa mente está em constante evolução, à medida que o tempo passa, tendemos a ficar mais maduros. Por isso, esteja passível de mudanças, agarre novas oportunidades, arrisque-se em caminhos nunca tocados por seus pés (de forma saudável e moderada, é claro... ^^), não se prenda ao que não te faz crescer, arrume um meio de sair de sua cabecinha! Sempre busque o crescimento, no fundo seremos sempre apenas crianças... Ou não (acho que estou meio extremista hoje)!




Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo...♫

2 comentários:

feliphe disse...

na verdade por mais q se tente eh muito dificil manter-se a si msm.(huahua)mas eu tento ,afinal se eu n fizer quem fara n eh?

Marina' (*) disse...

Hum .. querendo ou não sempre temos a influência de algo ou alguém, mas é sempre bom querer manter a autenticidade .. =D

Postar um comentário