Páginas

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Expectativas

            Às vezes criamos tantas expectativas em relação a algo, e quando isto acontece, não é nada do que esperávamos, então nos sentimos frustrados. Mas, não há como não criar expectativas, imaginar, idealizar algo que você quer tanto! São seus anseios e desejos, não há como te impedir de querer que as suas coisas saiam da sua forma. Entretanto, não comandamos o tempo, o espaço, as pessoas ao nosso redor e nem tudo depende só da gente.



            Ela imaginou aquele momento, pode parecer irreal, mas ela tinha sonhado com aquele reencontro. Haviam estado separados durante mais de um mês e no sonho acontecera exatamente como ela idealizara: o Universo tinha sumido, tempo-espaço não existia, não se tinha nem noção do que viria a ser o Big Bang.
            Ela não o ama, mas ela o quer por perto, o mais próximo possível (too close, too close!), ela é egoísta? Ela não quer falar dele, não agora, depois, talvez. Enfim, sobre o que estávamos falando? Ah, as expectativas!
            Quando eles se viram, foi estranho, ele praticamente não disse nada e ela falou pouco, o abraço nem de longe seria comparável ao do sonho, ela chegou a pensar que ele era indiferente em sua vida. E qual a razão disso? Ele não desejava tanto aquele momento quanto ela? Ela pede, por favor, para que não se fale dele agora. Ela sentiu uma frustração tão grande! Raiva descreve melhor o seu sentimento. Não, não, angústia. Não, inquietação. Era na verdade um misto de tudo isso, enquanto os seus neurônios realizavam sinapses de maneira descontrolada.
- Pare de falar dele, Marina. Volte logo à história das expectativas e chegue a um ponto – ela disse.
            Às vezes nos sentimos culpados pelo fato de certas coisas não saírem como o esperado, como o planejado. Os outros esperam coisas da gente. Ações, respostas, sei lá! Por que esperar? Por que você não age? Por que você não pergunta, ao invés de esperar respostas de perguntas que não foram realizadas? Pare de esperar que ela faça! Faça você mesmo!
            Eles têm a mania de dizer que ela é culpada, já até virou uma piada para ela mesma, ela sabe que se o impossível acontecer e o sol virar um buraco negro e sugar a Terra, a culpa será dela. Isso foi uma piada, por que você não riu? Ela sabe que não teve graça. Ah, mas este texto não é sobre ela, Marina.
            Para terminar com tudo isso, não é errado ter expectativas em relação a algo, mas como nem tudo depende apenas de você, não espere muito das pessoas, elas são tão humanas e falhas quanto tu és. E a frustração não é uma coisa muito boa de sentir, mas a gente aprende e supera.


Faço nosso o meu segredo mais sincero e desafio o instinto dissonante. A insegurança não me ataca quando erro e o teu momento passa a ser o meu instante. E o teu medo de ter medo de ter medo não faz da minha força confusão, teu corpo é meu espelho e em ti navego e eu sei que a tua correnteza não tem direção.

15 comentários:

Carolina B.! disse...

Ah Marina... Destrinchou agora hein....
lá vem comentário textão!rs
Muito bom! Apesar que nem sempre lembramos de aplicar o que sabemos, as vezes temos insights absolutamentes certos... rs É o caso! ^^
Somos todos humanos, todos erramos, superamos, e se aprendemos realmente, podemos agir diferente!

Sobre criar expectativas, realmente, volta e meia me pego criando expectativas, mas é automático, o cérebro trabalha involuntariamente ¬¬ Se me flagro logo interrompo, tentonão me identificar com isso, é um vício mental que eu não dou muita bola. Já percebi de todas, incrível, TODAS as vezes que imagino como algo vai ser, nunca é!! NUNCA! eu fico boba com isso. Mesmo criando expectativas, aprendi a não me frustrar quando acontece ao contrário, só aproveito a situação como ela é ( pq já sabia que não ia sair como eu esperava), nem que seja pra levar uma lição de vida. rs Sempre tem uma por trás de tudo o que acontece. rs

Sobre querer que alguem fique por perto, egoismo é uma palavra forte, mas não deixa de ser verdade. Essas vontades e apegos estão ligados ao nosso ego, portanto acaba se tornando egoismo mesmo... Cada um tem sua individualidade,sua busca e tem um turbilhão de emoções, conflitos e pensamentos em si, o apego sempre nos frusta, sempre, porque viramos dependente de uma imagem volúvel projetada por nossos anseios, como voce mesmo escreveu. :/

Gostei muito do texto!
Mas em relação ao buraco sugar a terra, me desculpe, mas essa culpa é minha. u.u
kkkkkk
Beijo! www.ventosemrumo.blogspot.com

Marina disse...

Pois é, às vezes as coisas saem tão contrárias ao que esperamos que ficamos acomodados a elas não saírem como imaginamos, ainda me frustro quando algo não é como eu queria, mas isso vem do fato de que eu acho que posso controlar o que se passa ao meu redor, rsrs! TENHO que parar com isso! Temos que aproveitar a situação mesmo e é ainda melhor quando ela nos gera algum aprendizado, como você mesma disse! ;D
Certa vez alguém me disse que não era egoísmo, já que ela não o enganava, ele sempre soube as suas intenções, alguém me disse que essa era apenas a forma dela de amar e que cada um possuía uma forma diferente de fazê-lo. Ainda tenho dúvidas se ela é ou não egoísta! rs!
Muito obrigada pelo comentário, Carol! Gosto muito dos seus textos também! ;D
Em relação ao buraco .. rsrs .. ainda bem que isso é impossível de acontecer! kkkkkk' ;D
Beejo! ;*

Tkaniam disse...

Senti a sua própria frustração pelo texto. Ou melhor dizendo, seus sentimentos. Talvez acontecera algo parecido com sua pessoa ou com alguém próxima a você, muito querida. E isso mostra como a realidade e a literatura andam lado a lado. A curta narração, mesclada com o texto refletivo é algo legal para se fazer. Algo que até mesmo eu faço, vez ou outra, em algumas notas a parte ou na minha série de contos do Monólogo. De qualquer forma, gostei da postagem. Já passei por situações parecidas, alias, em que acontecera algo bem próximo do que você ditou por ali. E sei como é duro e decepcionante. Mas o humano vive para ter esperança. É melhor que ele a tenha do que a rejeite, não?

Agora, partindo para um lado técnico: "enquanto os seus neurônios realizavam sinapses de maneira descontrolada." Este treco ficou meio desconexo com o resto da narração toda. adUHEIUDHUIA, Mas só isso que notei de mais gritante. :S

Atenciosamente, Tadashi Katsuren.
Contos e poemas, por mim escritos, em:
let-me-fly-with-you.blogspot.com

Marina disse...

Obrigada, Tadashi. Como dizem, "a esperança é a última que morre", talvez seja mesmo, rsrs! =)
Eu concordo que é melhor que a tenhamos!
Em relação ao lado técnico, quando eu escrevo, eu simplesmente boto em palavras cada coisa que eu estou sentindo, sem me importar com as palavras que uso ou com a estética do texto, ou seja, provavelmente ainda encontrarás muitas coisas desconexas em meus textos, já que não sigo nenhum tipo de regra e padrão, até porque acho que é algo que já vem de mim mesma: confusão e desconexão! ;D
aushuahsuahsuhaushuahsuah' ^^
=*

Nando! disse...

Já quebrei mto a cara por causa disso! =(

Sadao disse...

Oi Mariana! td bom? Pq o meu primeiro post melhorou a minha nota no seu conceito? haha fiquei curioso rsrs. depois que eu ler o seu blog, comento algo, por aqui mesmo. Abraços

Francorebel disse...

Poxa, expectativas não costumam levar a algo real, não... fica tudo na fantasia, acho.... valeu!

Marina disse...

Tudo bem sim, Sadao, e você? Bem, inicialmente eu iria dar 7, mas eu parei e li a primeira postagem, então eu vi que além de ser engraçado você também é crítico, portanto, a partir de já eu sigo o seu blog!
Comente mesmo, gosto de novas opiniões! ;D
Beejo! =*

Rosana :) disse...

*----* Sempre acreditei que a expectativa está sempre a um passo da decepção.Por isso,que é melhor nem fazer planos,nem ficar pensando muito(apesar que é dificil né),teoricamente estou escrevendo isso aqui,mas sempre crio muitas expectativas pra TUDO tambem e dificilmente sai do jeito que eu imaginava.
Na verdade,voce disse tudo: 'não espere muito das pessoas, elas são tão humanas e falhas quanto tu és.' -Realmente,idealizamos as pessoas demais,e esquecemos que são humanas.
Muuito perfeito,me fez lembrar de vários momentos de 'expectativa' da minha vida.Nostalgia total...

;D
Um abraço Mariinaa!

http://pedaciinhosdemim.blogspot.com/

PaulinhoIron disse...

Do mesmo modo que criamos muita expectativa em cima de pessoas, momentos ou coisas que tanto queremos, também criam expectativas sobre nós e da mesma maneira que as vezes não temos isso correspondido, também não correspondemos, mas cabe a nós mesmos nos adaptar a essa "insatisfação" e cabe a nós também saber que devemos dar sempre o nosso melhor, provando para tudo e todos que podem ter a certeza de que, sobre nós, sempre se pode ter certeza que virão coisas boas e grandes esforços!
Enfim, belíssimo texto, saiba que sempre que tenho tempo, passo por aqui e saiba também que ganhou um fã :)

Matheus Galvão disse...

Pois é, tinha expectativa de o Vitória ser Campeão, mas não foi, as expectativas foram quebradas e o sonho adiado!!!
VICE!!![de novo]

Nando! disse...

Já sofri por causa de expectativas! HAHAHA

Sadao disse...

bacana ! não sei se agradeço mais pelo engraçado ou critico ! fico feliz com as duas características (principalmente juntas neh rs)
Bjos

Marina T. disse...

Ro, por mais que seja ruim se frustrar, não podemos nos abalar com isso a ponto de perdermos a esperança, mas eu também nem fico criando expectativas não, porque as coisas sempre são contrárias ao que eu esperava, mas depois eu percebo que o que aconteceu foi melhor pra mim, ou seja, devemos tirar o melhor de cada coisa! =D
Paulo, pois é, tenho um grande problema com esperarem coisas de mim e isso não é algo que eu gosto muito, porque eu também posso causar a insatisfação e até mesmo a tristeza de alguém que eu gosto e isso me afetaria de uma forma negativa, eu concordo com o que você disse e muito obrigada! ;D
Ah Matheus, que pena que o seu time não foi campeão! kkk! ;)
Beejo. ;*

nemesis disse...

realmente,sempre criamos muitas expectativas,eh quase uma segunda natureza e n te-las eh tao facil quanto olhar pra esquerda e pra direita ao msm tempo.hehehehehe mals pela demora,essas provas tao me ocupando mt.mas ja voltei ao ritmo.=)

Postar um comentário