Páginas

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Do desejo

            Amou-o intensamente. Por quanto tempo? Não importa.
         O que você sente não é amor, eles dizem. É vontade, atração, desejo. Você o quer, porque agora ele não te deseja como antes, porque você precisa que ele te queira, é a sua vontade. Mas vontade dá e passa, é o que eles dizem. A sua persiste e insiste nele, ela te acorda no meio da noite e te faz pensar nele. Você luta, eu sei. Luta contra a vontade, finge desinteresse, grita em silêncio e parece que vence a batalha. Entretanto, a vontade traz seus soldados (parceiros, companheiros... dê o nome que quiser), a atração, o desejo, a lembrança e outros mais, aí então sua guerra está perdida. Coitada, tão boazinha... Até teria pena se você merecesse. Então os outros vêm e dizem: “Acredite, tudo isso não passa de vaidade”. Eu prefiro ficar calada. Quem sou eu para te julgar? Além de você mesma, além de mim mesma?
           E se ele te desejasse tanto quanto antes? Você estaria satisfeita, mas por quanto tempo? Você sempre deseja algo, sempre. O toque dele nunca te arrepiou, mas você desafiou-o a fazê-lo, você o provocava e ele te desejava, porque tinha algo diferente em você, uma incógnita inconstante irresistivelmente indecifrável. Você mudou. Ele não te quer mais tanto assim, quem mandou ser uma variável? E você o quer muito mais do que antes. Bem, eu digo que é melhor desejar ansiosamente e ficar na vontade, do que não sentir simplesmente nada. Acredite, tudo isso não passa de vaidade.
            Amou-o intensamente. Foi mesmo amor? Não importa.

6 comentários:

Eu Jãninha disse...

Ta superr seu blog parabéns,
espero sempre ter uma novidade pra dar uma espiadinha aqui, estarei seguindo e acompanhado!
Abraçoooo

http://eujaninha.blogspot.com/

Adrielly! disse...

ual, ótimo texto, ótima reflexão!




http://confissoesdeumaentediada.blogspot.com

luiz scalercio disse...

belissimo texto.
quero parabenizar,
o seu trabalho do,
seu blog e muito lindo.
prbns e muito sucesso pra vc.

Alexandre Terra disse...

curti demais o texto! otimo blog e reflexão

Jessie Linne disse...

Maravilhoso o seu texto. Amei! *_*

Marina T. disse...

Muito obrigada :D
É sempre bom saber quando vocês curtem! ^^

Postar um comentário