Páginas

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Ainda

Tudo o que antes era fascinante continua fascinando agora.
Os dedos quentes que acariciaram tua pele ainda são os mesmos.
Ainda é oxigênio que respiramos.
Olhos molharam, olhos mudaram.
Olhos começaram a ver outro universo, um universo que não é mais o seu.
Aquele satélite não te orbita mais, astro.
E querer voltar no tempo
E querer voltar atrás
E estragar até mesmo a segunda chance.
O que tem que ser dito?
Palavras lhe serão dadas se palavras forem o que tu queres.
Perdão.
Quando a distância entre os lábios é a de apenas um pensamento, sabemos que ainda é oxigênio que respiramos.

10 comentários:

Adriano disse...

Eu nunca entendo esses textos... :/

Tailan Bertazzo disse...

O texto é teu mesmo?

Curto demais poemas,poesias,textos de reflexão e tudo mais...

Não gosto de tentar adivinhar o que as pessoas pensam quando escrevem intão não vou perguntar se está apaixonada ou se quer uma segunda chance ou vai dar a alguém essa chance,só estou aqui para agradecer por mais um bom texto que acabei de ler...


Parabéns

Marina T. disse...

rsrsrs, talvez seja apenas pra ser lido mesmo, Adriano =/
Tailan, o texto é meu sim. Apenas para responder, não estou apaixonada, não quero segunda chance, daria milhares de chances para alguém... kkk :D
Muito obrigada pelo comentário!
Beijo ;*

PaulinhoIron disse...

Fascinante!
É muito dolorosa a dor de um amor que terminou, e de qualquer forma queremos voltar no tempo para reviver todos os bons momentos e fazer com que não acabe jamais, mas é claro que, enquanto estivermos vivos, mesmo que a dor seja enorme, sempre haverá tempo para um novo inicio.
Sensacional mais uma vez moça :)

Bjos!

nemesis disse...

vc faz algo q eu nunca achei ser possivel juntar razao e sentimento num texto,e mais faze-los ter sentido.mt bom o txt e bastante inspirador.hehehehe

Jussielly Leal disse...

Que texto *-*
Definitivamente, valeu o clique no seu link lá na comunidade. Muito bom mesmo gostei pra caramba do seu texto é bem profundo. Oimo texto e óimo blog

Marina T. disse...

É, Paulinho, vai ver que o pra sempre, sempre acaba mesmo .. rsrs! Mas é isso mesmo, enquanto vivermos poderemos recomeçar! :)
Muito obrigada! ;*
Fê, que bom que posso inspirar! kkk :D
Talvez a razão e o sentimento estejam sempre juntos, quem sabe? Valeu! (:
Jussielly, muito obrigada pelo comentário e eu fico feliz que tenha gostado!
Beijos ;*

Rooh. disse...

Oiee Mariinaa... Quanto tempo não passo por aqui,vi o seu recadinho no meu orkut,é que eu estava sem tempo mesmo de estar mexendo,ah,e mudei o nome do meu blog: www.aquelaspalavrinhas.blogspot.com

Mas olha,confesso que quase chorei aqui com esse texto seu,lindo demaaaais!
''Quando a distância entre os lábios é a de apenas um pensamento, sabemos que ainda é oxigênio que respiramos.''

Voce tem talento... Parabeeeeeens!

Lucas Esteves disse...

A mesma lua brilha no céu toda noite, mas nem sempre iluminam os mesmos casais...

Voltar no tempo não resolveria nossos problemas, antes disso, acho que os duplicaria. Mas a vida tem seus segredos, ao invés de voltar no tempo, temos a segunda chance nesse mesmo tempo que segue. Geralmente não enxergamos isso, pois ficamos querendo...voltar no tempo...

Adorei o texto garota :-)

Beijos...

http://estevespensando.blogspot.com/

Marina T. disse...

Ah, Rooh .. eu estava mesmo sentindo sua falta por aqui .. rsrs! Muito obrigada! Beijo ;*
Lucas, eu concordo com você, então que façamos dos erros uma nova experiência! Valeu pelo comentário! Beijo ;*

Postar um comentário