Páginas

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Uma música

            Restava a lembrança dos sons. Apenas uma lembrança, mas era como se estivesse ouvindo a própria música. Seu coração batia ao ritmo daquela bateria, sentia a vibração das cordas daquela guitarra em sua própria pele.
            E dançava, dançava ao som de sua música imaginária. E um solo por si só já fazia toda diferença. Até o Sol daria ré se ouvisse aquele solo lá, quanto mais a Fá e a Mi, chega a dar dó.
            E dançava. E desejava ser uma corda, desejava ser uma baqueta, desejava produzir som, desejava amplificar as ondas sonoras, queria fazer barulho!
            Faria barulho, então não seria apenas o chuvisco, seria a tempestade e seria a trovoada. Não seria apenas um arranjo, mas a melodia inteira.
            E dançava, dançava ao som de sua música imaginária. Seu coração batia ao ritmo daquela bateria, sentia a vibração das cordas daquela guitarra em sua própria pele.



   For once I want to be the car crash, not always just the traffic jam...   ♫    

4 comentários:

nemesis disse...

bonito,realmente a musica eh inspiradora,tanto eh q eu passo quase a aula toda ouvindo hehehehehehehe.quando eu preciso criar alguma coisa ouço musica eh bastante produtivo.hehehe

uhu primeiro post =)

Gilnara disse...

Liiiiiiindo *_*
você sabe que eu também me identifiquei né ? hauhauhau
amei o texto beiibii ;D

PaulinhoIron disse...

É totalmente inspirador e motivacional ler um texto lindo como esse antes de retornar à uma semana de trabalho e estudos!
Gostei MUITO do jogo de palavras que você fez com as notas musicais, ficou maravilhoso!
Mais uma vez, perfeito! E mais uma vez, parabéns!

Bjos!

May disse...

aaaaaaaaai MEU DEUS :D Quanto dom em uma só pessoa ! *-* ficou muito perfeito, em se tratando de musica em si, já é perfeito, com exceção das musicas que nao tem conteudo ou até mesmo aquelas nao bate ao ritmo do nosso coração :D oakoakoakoekokao ai,ai Marla! Gilnaraaaaaaaaaaaaa, se indentificou foi ? *-* uahuahuahua amo vocês .

Postar um comentário